A PODEROSA ALIANÇA GLOBAL DE ESPIONAGEM QUE VOCÊ NEM DEVE SABER QUE EXISTE, por Ryan Gallagher

A PODEROSA ALIANÇA GLOBAL DE ESPIONAGEM QUE VOCÊ NEM DEVE SABER QUE EXISTE, por Ryan Gallagher

The Intercept Brasil: É BEM PROVÁVEL que você nunca tenha ouvido falar de uma das mais poderosas alianças do mundo. Pelo simples fato de sua existência ser um segredo de estado – de vários estados – guardado a sete chaves. A “SIGINT Seniors” é uma coalizão entre agências de espionagem que se reúne anualmente para cooperar em questões internacionais de segurança. São duas divisões cuja atuação está concentrada em diferentes partes do mundo...

Veja Mais
Aluno da FGV é denunciado e suspenso após foto racista, por Pragmatismo Político

Aluno da FGV é denunciado e suspenso após foto racista, por Pragmatismo Político

Um estudante do curso de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi suspenso por três meses da instituição de ensino após publicar uma foto racista com a seguinte legenda: 'Achei esse escravo no fumódromo! Quem for o dono avisa!'. A vítima, que também estuda na faculdade, registrou boletim de ocorrência por injúria racial nesta quinta-feira (8) e disse que vai até as últimas consequências para que o caso não termine impunemente...

Veja Mais
Jornal GGN: O ataque aos impostos esconde uma perversidade, por J. Carlos de Assis

Jornal GGN: O ataque aos impostos esconde uma perversidade, por J. Carlos de Assis

Por outro lado, os maiores magnatas do país pagam impostos insignificantes, como é o caso da tributação de juros e dividendos. Esse tratamento aos donos do capital é indecente. Eles são beneficiários do sigilo bancário: as estatísticas de concentração de renda no Brasil são enviesadas porque não contemplam as posições individuais dos detentores de capital. Isso significa uma altíssima concentração de renda e de riqueza: seis brasileiros têm renda equivalente à de 100 milhões mais pobres, enquanto 1% é dono de 30% da riqueza do país.

Veja Mais
Verlaine no DIAP: Elementos para enfrentar a Reforma Trabalhista

Verlaine no DIAP: Elementos para enfrentar a Reforma Trabalhista

DIAP - Como o sindicalismo vai enfrentar a Reforma Trabalhista? Com política e sindicalismo autêntico. As categorias precisarão organizar-se nacionalmente. Investir na formação dos dirigentes e dos militantes de base será imprescindível. Investir em comunicação, a fim de melhorar essa capital ferramenta que sustenta, com a política, a organização dos trabalhadores é urgente.

Veja Mais